segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Manuais do Bom Comportamento...

Hoje eu quero deixar pirar minha cabeça
e ver onde vai dar
músicas e drinks e drogas espalhadas pela casa
e uma nova perspectiva furada 
Um novo caminho de uma conhecida estrada
Em suas curvas eu vou ultrapassar

Hoje vou deixar que tudo seja feito pra conquistar você
e ver onde vai dar
seus sons e suas conversas e seu jeito desinibido pela casa
Na nossa falta de sono
Energia traduzida em sintonia
Em suas curvas eu vou me jogar

Numa madrugada sem fim
Somos dois perdidos
Afogados em nossos egos reprimidos
Completamos nossas faltas
Enquanto nossos corpos se encaixam
só por hoje

Mares de ilusões que não nos levam mais além
Não queremos nada demais
Apenas decidir por onde andar
Sem que ninguém nos diga nada
Como deve ser, com quem tem que andar
Rasgamos os manuais do bom comportamento

Sombras na parede repetem nosso movimento
No vai e vem te vejo sorrir
Você em cima de mim
Copo quebrado no chão
Não somos feitos de delicadezas
Hoje você não é minha princesa
Te trato com a brutalidade que tua pele implora
Enquanto aperto forte teu quadril
Acaricio teus seios com força
Te vejo dizendo que pouco importa a hora
E ouço tua boca sussurrar no meu ouvido

Querida, aguenta essa loucura?
Querida tá tudo sem sentido
Que eu só sei que quero mais e mais
Até que nossa energia se esgote...

Nessa madrugada sem fim
Estamos entendidos
Desarrumados em nossos jeitos esquisitos
Encaixamos nossas palmas
Enquanto nossos corpos se completam
Só por hoje...

Só por hoje... RR

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

Todo Meu Presente...

Eu costumava ser só um cara
que nunca passava da linha
Não gostava de incomodar
Até que cheguei no meu limite

Esse mundo parece ser tão estranho
Voltas e voltas para o mesmo lugar
mentes vivendo em subsolo de tão pequenas
picuinhas, eu já estou de saco cheio

Eu vou seguir de vez outro caminho

Eu.. já chorei demais
Eu.. já morri demais
Eu agora vou viver todo meu presente
Adeus para tudo que passou
O ontem finalmente se foi

As pessoas são um casulo
Solte o gás lacrimogêneo
Hoje é dia de confusão
Eu crio minhas próprias brigas
Eu não me importo mais

São só mudanças
São só verdades
Você é só você ou algum tipo de farsa?

Pague pelo céu prometido enquanto respira num inferno
E vou pegar minhas coisas e sair daqui
Tempestades vem e vão
Eu não sou mais o mesmo
Meu tempo na sala de espera acabou
Depois que a última lágrima evaporou

Adeus mentes pequenas
Adeus pessoas esquisitas
Adeus mesquinhos de merda
Adeus pequeno mundo perfeito
Só na sua cabeça

Eu... já chorei demais
Eu... já morri demais
Eu agora vou viver todo meu presente...
Eu (ooohhh Euuu...)
(Ooohhh Eeeuu)

Eu.. já chorei demais, morri demais

Eu... (ohhh euu...)
(oohhh Eeeuu)   RR