segunda-feira, 9 de abril de 2018

Excelente Fim de Semana... (Relato) !!!

"Não alimento amor por telefone..
Isso é ilusão.."


É bom quando você está sentado numa mesa de um bar às 4 horas da manhã jogando conversa fora com alguém cujo a companhia faz um bem especial. 
Cervejas e Mds e uma festa maluca depois... 
E qualquer coisa pode acontecer. 
E pessoas juntam-se a nós aqui e ali.. e outra noite qualquer algumas delas tornam a voltar e partilhar dos seus momentos de delírio. 

E é preciso viver com intensidade tudo isso, pois um dia ficará pra trás e as realidades mudarão.. como sempre é nessa vida louca. 


"Give me Gym and Tonic"

E tudo se estende... Um copo pra mim, um pra você e outros pra quem mais chegar. 
O negócio é compartilhar! 
De drinks, de emoções, de histórias de vida. 


À espera do Koringa no estacionamento no meio da madrugada para adquirir algumas coisas que vão alterar nossas consciências por alguns momentos logo ali adiante. 

E chama mais uma amiga pra festejar com a gente tudo isso!

No dia seguinte...  Partilhamos de uma vibe mais tranquila e muito bacana!
Bandas pela cidade... uma rodada acirrada de sinuca num lugar legal. Depois uma refeição especial que foi um Rodízio de Massas num lugar tipicamente italiano!



Ainda houve tempo para uma banda noturna no parque Moinhos de Vento (inédito!)...
Ar puro e mente tranquila numa noite quente.. E música que nunca pode faltar.. 







Ainda havia uma manhã de domingo para andar por aí..
À procura de algumas coisas que não encontramos.. 
E passeios pelo parque da Redenção! Onde pessoas animadas curtiam intensamente uma bagunça agitada num grande palco. 



Viva à Criatividade incrível!!!!





E no abstrato da vida, dos dias, das somas..
Dos encontros inesperados.. das partidas e chegadas.. Dos novos lugares..
E da vontade de viver da melhor forma.. do jeito mais simples.. aprendendo sempre!!!
Viagens de Auto conhecimento.. 
Busca por paz interna que não se compra nem se negocia..


É o que a vida tem de melhor!!!!




Excelente fim de semana!!!!





quinta-feira, 22 de março de 2018

Prol do Perigo...

Por vezes me deixa de dia
Escrevendo uma poesia
Deixando ela saber o quanto é importante
O quanto ainda será interessante

Quando encontrar de frente o meu sorriso
Numa casa cheia de boas surpresas 
Quando eu contar que já fui um mendigo
Vivendo em prol do perigo
Encantado com a madrugada
Varando noites à dentro sem dormir
Deixando apenas a energia fluir

Me manda fotos com cara de sono
à espera do que ainda não sabe o que é
Mas que tenho guardado no peito
Minha pequena boa intuição
Me diz mais do que ela pode imaginar

Quando enfim a gente se encontrar
E o ciclo mais uma vez recomeçar...

Clarão vermelho no céu
Me dê a mão e deixa de medo
Meus anjos protetores irão cuidar de nós
Na minha hora mais calma
Eu sou só poesia
Na minha hora mais clara
Você se sentirá tão bem como nunca antes

de olhos fechados o fluxo nos guia
Cantando durante toda a noite
Músicas que você nunca ouviu antes

Mas que vai pra sempre se lembrar 
Por mais que não queira
Vai pra sempre se lembrar
Por mais que não queira!!! RR

terça-feira, 20 de março de 2018

Relize...

Nessa vida maluca
Já fiz tantas coisas
Pude escrever minhas dissimulações
Misturar histórias de verdades com sonhos de mentira
Colocar em prática mil planos hoje
E jogar tudo pro ar um dia depois

Já provei muitas coisas
Carne podre e filé mignon
Já bebi sangue de boi
Água de côco e água de poço

Já fui a luz no fim do túnel de alguém
Já apunhalei pelas costas alguém que eu confiei
Já trai e menti, já sofri e já iludi
Já quis e tive, troquei e negociei

Olhei dentro dos olhos
Preenchi todos os espaços
Já fui um imenso vazio
E mesmo no verão senti frio

Já amei alguém mais do que a mim
Houve um momento que não aceitei o fim
Houve quando terminei tudo sem querer
E depois eu mesmo não quis recomeçar

Já joguei tantos jogos de azar
Fui premiado com amizades incríveis
Já conheci tanta gente diferente de mim
Já fui desrespeitado por alguém que costumava ser educad(A)

Já chorei feito criança com 30 anos na cara
Já tive um surto por um amor perdido
Já fui melhor que eu mesmo tantas vezes
Já fui pior que eu mesmo tantas outras

Estive mergulhado em nuvens
Sonhando acordado com um sorriso no rosto
Suspirei ao lado de alguém
Mais de uma vez

Já me vi completo
Me vi disperso
Me vi injusto
Me vi quente
Vivi dias que duraram pra sempre

Viajei por muitas estradas
Curvas e corpos, bocas e lábios
Quartos e matos, camas e outros espaços
Já fiz coisas que disse que nunca faria
Já conversei frente a frente com o Diabo
Que me disse: "Você é um homem de coragem!"

Chorei!
Quando senti raiva por quem amei
Quando defendi com forças o que sentia
E quis ser a melhor pessoa do mundo 
Pra que outro alguém se sentisse bem

Já me reinventei
Mudei por dentro
Já quis ir além
Quis viver demais
Quis morrer pra ter paz
E consegui não me entregar

Já causei a melhor impressão
Já me afundei na depressão
Pensei em correr pro fim
Pra não mais sentir dor

Já conheci pessoas que foram anjos
Outras que me puxaram as orelhas 
Pra me mostrar o melhor caminho
Conheci pessoas que estavam piores que eu
E mesmo assim me levaram pra cima
Aprendi tanto sobre mim mesmo
Que fiquei positivamente surpreso quando me vi

Já estive no alto e no fundo
Corri pros quatro cantos do mundo
Vivi momentos absurdos
Nos quais daria tudo pra ter de novo
Mas quando voltei a sentir sede do inédito
Meus olhos se abriram para o presente outra vez

Sigo meu caminho incomum
Do jeito que tiver que ser
Sei que será o mais perfeito sempre

Deixo pro universo o que vai acontecer
Só Quero espalhar a melhor energia
Cantar na noite quente, na noite fria
E ser cercado por almas boas 
Pra poder sorrir e dizer pra mim mesmo

Que tudo sempre vai ter valido a pena ser vivido... !!! RR

quarta-feira, 14 de março de 2018

Seu Efeito...

Partiu..
Em dois aquilo que era inteiro e bom
Se foi..
dizendo que já não queria mais
Sumiu..
Enquanto eu fiquei tentando me encontrar

As oportunidades de felicidade
Sorriem em cada beco escuro a que sou apresentado
Eu estou um tanto tonto e quero andar a seu lado

Você conhece tão bem esses lugares
Pode me dizer o que é aquilo ali?

O tempo ensina e pode nos presentear
Com a melhor coisa que podemos compreender

Quer filosofar sentada na calçada
Eu posso contar algumas histórias bem legais
De quando a imperfeição era tão engraçada

O defeito faz alguma falta
Quando todos querem ser perfeitos
Eu não entendo o seu efeito
Mas gostei de você!!! RR

Distraído Por Aí...

Dias longos talvez nem tão longos
O pensamento é incontrolável em certas ocasiões
Numa rua, uma lembrança 
Naquela sua cafeteria favorita

No raio de sol do meio dia
Coisas que eu tanto queria

Cuidado!

Os demônios fingem que dormem
Dentro de nós
Mas quando estamos a sós
Chorando em segredo
Numa tarde qualquer 
Que passa doendo
Coração batendo

Todo o universo irá conspirar
Basta eu deixar
Querer viver mais um dia bem
Distraído por aí

Um dia foi tão fácil dormir
Que eu arrisco a me lembrar
Como era bom, liso, calmo, feliz
No rádio, tocava "Giz"

E a gente nunca saberá o ponto certo de equilíbrio
A vida vai passar .. correr.. voar

Arrumo minhas asas e me preparo pra ir embora
Novos lares, ares e corações
Lá onde tudo pode acontecer
É onde estarei me encontrando

Rodeado de pessoas inéditas
Que podem estar tão perdidas quanto eu
Na verdade, todos nós estamos à procura de algo
Que por vezes nem sabemos
Mas que quase sempre até já temos

Respiro no silêncio
Apago no barulho
Brilham as luzes dentro de mim
Vivemos noites sem fim
Prazeres insanos provocam atrás do espelho
É tudo tão novo
Mesmo assim incompleto

E tudo que sabemos
É que amanhã pode ser tudo diferente
igual, surreal, normal, delirante

Enquanto houver surpresas 
Tudo ainda fará sentido... 
Mesmo de forma absurdamente confusa

Seguimos radiantes... RR

terça-feira, 13 de março de 2018

Neurônios Decadentes...

Instruções
Quais são seus delírios?
E os meus?
Na noite a dentro
Mas e amanhã de manhã?
Quando esse fim de semana acabar
e a vida real começar outra vez
Pra quem você vai pedir ajuda?
Outra e outra e outra vez
Durmo intranquilo num mar de pregos
E todos os sons, ruídos e ecos.. ecos..ecos

Eu vivo assombrado já faz um tempo
Numa parede e na outra, quatro cantos
Cinco braços e sete cabeças
Estou preso num subsolo inconsciente
Que teima em martelar meus neurônios decadentes
um por um, infinitamente pela noite inteira

Estou drogado!

Apertado dentre corpos em decomposição
E meu coração?
Morreu de asma num verão frio
No qual não soube viver, amar ou sentir
No desespero que não acabavam no fundo dos copos
Nos remédios fantasiados de balinhas cor de rosa
Estive vendo unicórnios da sorte
Coloridos, multifuncionais
Eu era tão animado!!!!

E então me encontraram
Segurando meus braços entrelaçados nas pernas
Era 4h30 e não havia mais ninguém na rua
A ambulância não demorou a chegar

Eu nada podia ver
A não ser as lembranças que ainda me perseguiam
Implacáveis
Mortais
Sem mais...

_Me tirem daqui! Me tirem de mim!!!!!!!!

Eu gritava!

Sonhos que não são assim tão bons!
Sonhos que não são assim tão bons!
Sonhos que não são assim tão bons! RR

Cura, Ressaca, Recaídas...

Obstáculos e fracassos
O que acontece comigo?
Respiro momentos de cura, ressaca, recaídas, 
Pensamentos enlouquecedores
Me matam volta e meia no meio da tarde

Eu quero um novo escudo protetor
Para que meu coração nunca mais bata
Por alguém que resolve simplesmente ir embora
E transforma tudo em nada

Lixo sentimental é o que você é
Lixo de sentimento é o que é tudo isso!!!

Eu quis tanto
Eu lutei com todas as forças
Não sou uma pessoa ruim
Que não merecesse mínima relevância

Como assim?

O que ouvi da boca dela
Não compensam todos os beijos
O que senti de dor
Não vale o que um dia foi amor!

Se soubesse que assim teria sido
Passaria dormindo ao invés de ter te conhecido! RR